OSCAR DEL POZO

É uma das notícias que está a marcar a atualidade em Espanha. Na sequência de vários escândalos e de uma investigação que o coloca como suspeito de fraude fiscal, Juan Carlos de Espanha decidiu exilar-se.

Para já ainda não foi confirmado o país onde o pai de Felipe VI se encontra, mas de acordo o jornal espanhol ABC, o rei emérito viajou este fim de semana até Sanxenxo, seguiu para o Porto e viajou até Santo Domingo, República Dominicana.

Entretanto, as atenções viram-se agora também para a rainha emérita Sofía, mulher de Juan Carlos. Segundo fontes próximas da família real, em declarações ao jornal El País, Sofía de Espanha irá manter a sua residência no palácio da Zarzuela e irá dar continuidade às atividades institucionais, além do trabalho que desenvolve através da fundação que tem o seu nome.

Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía de Espanha (atrás), e a infanta Sofía e a princesa Leonor (à frente)

Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía de Espanha (atrás), e a infanta Sofía e a princesa Leonor (à frente)

Getty Images

De acordo com a revista Hola, atualmente a mãe de Felipe VI encontra-se de férias em Palma de Maiorca, destino habitual das férias de verão da família real. Sofía de Espanha terá chegado à ilha espanhola no final de julho, na companhia da sua irmã, a princesa Irene, e da sua filha, a infanta Elena. Por seu turno, Felipe VI, juntamente com Letizia e as duas filhas, a princesa Leonor e a infanta Sofia, deverão juntar-se à rainha emérita no palácio Marivent no próximo fim de semana.

De salientar que há cerca de um ano quando Juan Carlos decidiu afastar-se da vida pública, a rainha emérita decidiu igualmente manter as suas funções.

Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía

Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía

Getty Images

O ESCÂNDALO

Envolvido num escândalo de corrupção e evasão fiscal, Juan Carlos já se tinha afastado da família e há vários anos que não se relacionava com a rainha Sofía, depois de múltiplos rumores e casos de traição por parte do monarca de 82 anos.

Juan Carlos I comunicou ao seu filho, o rei Felipe VI, a sua decisão de mudar-se para o estrangeiro perante a "repercussão pública" das notícias das suas contas em paraísos fiscais e para que possa exercer "com tranquilidade e sossego" o seu cargo, segundo a carta divulgada na segunda-feira pela Casa Real.

»» NOVO ESCÂNDALO NA CASA REAL ESPANHOLA: REI JUAN CARLOS ESTARÁ A VIVER COM NOVA AMANTE