Taylor Hill

As revelações de Kanye West desta quarta-feira, 22 de julho, continuam a fazer correr muita tinta na imprensa internacional. O rapper assumiu que pensa em divórcio há mais de dois anos (saiba mais aqui) e isso colocou em cima da mesa a hipótese do seu casamento com Kim Kardashian já ter chegado ao fim, mas nenhum dos dois ainda o ter assumido publicamente.

Perante toda a especulação, a socialite decidiu quebrar o silêncio sobre a bipolaridade do marido – tornada pública em 2018, dois anos depois do artista ser internado numa clínica psiquiátrica – e, confessando que preferia manter este tema na esfera privada para proteger os filhos e a saúde mental de Kanye, emitiu um comunicado que também publicou na sua página oficial de Instagram.

Kim Kardashian e Kanye West com os quatro filhos

Kim Kardashian e Kanye West com os quatro filhos

Instagram

“Como muitos de vocês sabem, o Kanye tem doença bipolar. Eu entendo que o Kanye esteja sujeito a críticas por ser uma figura pública e as suas ações, por vezes, podem causar opiniões e emoções fortes. É um homem brilhante, mas complicado", escreveu.

Estas palavras, embora não revelem se o casamento celebrado em 2014 chegou ao fim, esclarecem que Kim Kardashian continua a apoiar incondicionalmente o marido, apesar de todas as polémicas.

O casal tem quatro filhos em comum: North, de sete anos, Saint, de quatro, Chicago, de dois, e Psalm, de dois.

Recorde-se que Kanye West voltou a afirmar recentemente a sua vontade de um dia ser presidente dos Estados Unidos, tendo já formalizado a sua candidatura.