Reprodução Instagram, DR

Leonor Poeiras está a enfrentar uma das fases mais desafiantes da sua vida. Depois de ter sido diganosticada com surdez parcial (saiba mais aqui) e ter mudado de casa (ora recorde), a apresentadora depara-se agora com um novo desafio: o afastamento da TVI.

Numa entrevista exclusiva à Holofote, Leonor Poeiras chega a mesmo a confessar que terá sido afastada de certos programas sem sequer receber qualquer tipo de notificação: "Eu soube pelas redes sociais que tinha sido dispensada do programa, isto nunca me aconteceu em 17 anos. Esta falta de consideração".

"Acabei por ser despedida da TVI", revelou ainda.

Durante a conversa, a apresentadora referiu também que, depois desta tomada de decisão acerca do programa Cabelo
Pantene - O Sonho, que a deixou "desconfortável", terá sido chamada apenas para trabalhos de substituição.

Recorde que Leonor Poeiras foi a apresentadora da primeira edição do programa, exibido na estação onde trabalhava há cerca de 17 anos.

Reprodução Instagram, DR

Tudo indica que esta decisão surgiu na sequência de negar fazer parte do programa da TVI, Somos Portugal, devido à sua condição de saúde. Numa publicação nas redes sociais, na altura, escreveu: "No regresso pós-pandemia fui contactada para apresentar essa primeira emissão, sim. Ora, por questões de saúde, este é um programa que, infelizmente, tive de deixar de fazer em dezembro do ano passado, como já é do conhecimento público. Por isso, nesse mesmo telefonema, perplexa, voltei a explicar novamente por que razão não o poderia apresentar".

Por fim a apresentadora referiu estar chocada e revoltada com tudo aquilo por que está a passar: "Eu passei a ser completamente ignorada. Começou a ser como alguns seguidores escreviam nas redes sociais: 'Então só a chamar para tapar o buraco?'(...) Fiquei revoltada e chocada com isto (...) Estive sempre do lado da estação a defender o indefensável", rematou.

Na sua conta de Instagram, Leonor aproveitou ainda por clarificar os fãs: "Não respondi porque não podia mas hoje já posso", ora veja no vídeo abaixo.