Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía

Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía

Getty Images

Abdicou do trono em 2014, a favor do filho, Felipe VI, mas nem por isso o rei Juan Carlos deixa de ser assunto na imprensa espanhola. Depois das mais recentes acusações de corrupção e fraude fiscal, o monarca volta a estar no centro de todas as atenções e há até especialistas que defendem que este se prepara, aos 82 anos, para se exilar no estrangeiro, longe de todas as polémicas e até da família, especialmente da mulher com quem se casou há mais de 60 anos, a rainha Sofía.

>> MAIS UM ESCÂNDALO NA CASA REAL ESPANHOLA: JUAN CARLOS PREPARA ‘FUGA’ SEM SOFÍA

E como se não bastasse ao rei Felipe VI gerir todas estas polémicas, Corinna Larsen, uma ex-amante do seu pai veio ainda a público divulgar informações que podem contribuir para manchar a sua própria imagem. É que, de acordo com uma entrevista da aristocrata alemã ao canal basco ETB2, o atual monarca sabia dos negócios ilícitos do pai e também lucrou com os mesmos.

>> FOTOGRAFIAS DA FILHA DA INFANTA ELENA COM O NAMORADO GERAM DESCONFORTO NO SEIO DA CASA REAL ESPANHOLA

Juan Carlos de Espanha e Corinna Larsen, em 2006

Juan Carlos de Espanha e Corinna Larsen, em 2006

Getty Images

Nesta conversa que está a deixar a Casa Real espanhola “em pânico”, Corinna Larsen, de 56 anos, revelou ainda que recebeu ameaças do Palácio da Zarzuela para ficar em silêncio, mas que decidiu “mostrar ao mundo que não [tem] medo”.

>> FELIPE E LETIZIA DE ESPANHA: 16 ANOS DE UM CASAMENTO NEM SEMPRE FELIZ, MAS SÓLIDO

Ainda de acordo com a alemã, os negócios feitos através da fundação Lucum, com sede no Panamá, remontam a 2008 e o marido de Letizia era o segundo beneficiário, logo atrás do pai. Contudo, quando Juan Carlos começou a preparar a sua retirada da vida pública, a instituição foi, de acordo com Corinna, dissolvida para precaver quaisquer problemas com a justiça.

>> FELIPE VI DE ESPANHA TOMA MEDIDAS DRÁSTICAS: RENUNCIA À HERANÇA DO PAI E RETIRA-LHE A VERBA ANUAL

De referir que a própria Corinna Larsen está a ser investigada na Suíça por, alegadamente, ser testa-de-ferro do rei Juan Carlos. O processo ainda está a decorrer e terá sido esse um dos motivos que a levou a afastar-se do rei emérito e agora decidiu quebrar “o acordo de silêncio” que ambos teriam feito.