Pablo Alborán recorreu às redes sociais para deixar a sua mensagem mais pessoal até agora. Pela primeira vez, o cantor espanhol de 31 anos, assumiu a sua homossexualidade publicamente.

"Penso que em muitas situações esquecemos do amor que nos une, que nos torna mais fortes e melhores. E hoje, com este amor, quero contar algo muito pessoal. Sempre lutei contra o racismo, xenofobia, machismo, transfobia, homofobia, qualquer tipo de ódio, e hoje quero que o meu grito seja um pouco mais alto [...] Estou aqui para dizer-vos que sou homossexual, e não há problema, a vida continua a mesma. Preciso ser um pouco mais feliz do que já era", confessou tranquilamente no vídeo abaixo.

»» Apresentador britânico assume homossexualidade: "Tenho o apoio da minha mulher e das minhas filhas"

O cantor diz que nunca se sentiu discriminado pela família ou pela própria editora de música, mas que nem todos têm essa sorte. A escolha de vir a público foi por eles e por ele também. Pablo revela que "muitos já sabiam, imaginavam ou não queriam saber".

"Sempre escrevi canções que falam de ti, de mim e do que acontece à minha volta. Sempre acreditei que a música é livre e quero sentir-me igualmente livre", sublinhou recebendo grande apoio por parte dos fãs e de vários músicos.

Pablo Alborán

Pablo Alborán

Reprodução Instagram, DR