Reprodução Instagram, DR

Depois de quase 40 anos a trabalhar na Globo, Miguel Falabella abandona o canal brasileiro. Segundo a impresa brasileira, o ator e roteirista, não viu o seu contrato ser renovado, devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Nas redes sociais, Miguel Falabella deixou uma emotiva mensagem de despedida, onde assegurou levar consigo "só boas lembranças".

Reprodução Instagram, DR

"Era esse o rosto que eu tinha quando assinei meu primeiro contrato com a TV Globo. Nesses quase quarenta anos fui muito feliz e muito bem tratado sempre. Seguir novos caminhos não significa abandonar o que se conquistou na caminhada. Só tenho boas lembranças. Só tenho sorrisos. Cheio de gratidão por todos os companheiros que estiveram ao meu lado nessa jornada e ao público que viu algo em mim que nem eu mesmo via. Obrigado. Eu ia fazer um vídeo, mas nessas horas a gente fica com o coração mole. Como diria Drummond, amanhã eu recomeço!”, escreveu na legenda de uma fotografia sua captada na década de 1980.

Na Globo desde 1982, Miguel Falabella deu vida ao icónico Caco Anthibes de Sai de Baixo (1996-2002), foi o responsável por séries como Pé Na Cova (2013- 2016) e Toma Lá, Dá Cá (2007-2009), participiou em novelas como Tieta (1989), Sol de Verão (1983) e Agora é Que São Elas (2003), e ainda apresentou durante 15 anos o programa Vídeo Show.