O caso remete para o ano de 2017 e causou indignação nas redes sociais. Dayane Alcântara Couto de Andrade, conhecida como Day McCarthy, terá proferido insultos racistas nas redes sociais contra Chissomo, chamada carinhosamente de Titi, a filha adotiva de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, que na altura tinha apenas três anos.

A blogger disse não entender o motivo pelo qual as pessoas "ficavam no Instagram do Bruno Gagliasso, elogiando aquela macaca" e afirmou ainda que "a menina é preta, tem cabelo horrível, de bico de palha e tem um nariz de preto, horrível". Como tal, o casal decidiu apresentar queixa contra Day McCarthy.

Segundo a imprensa brasileira, a 'socialite' não se apresentou no Tribunal para prestar depoimentos, nem informou onde era a sua residência, o que dá a entender que está em fuga. Ainda assim, o caso irá a julgamento mesmo sem McCarthy presente. O valor da indemnização previsto é de 180 mil reais (cerca de 30 mil euros).

Esta terça-feira, dia 26 de maio, a blogger partilhou um vídeo no Instagram onde se faz passar por jornalista para saber mais pormenores sobre o caso. "Não vou responder a este processo ridículo, vocês são uns parvos", disse no final da gravação.

Reprodução Instagram, DR