Após um longo processo de comprovação de paternidade que se arrastava durante mais de 30 anos nos tribunais, Javier Sanchez Santos foi declarado oficialmente filho de Julio Iglesias em julho do ano passado. Porém, na última semana o caso voltou ao ponto inicial, com um juiz a declarar que o luso-espanhol, de 44 anos, não é filho do artista.

Entretanto, em declarações ao jornal El País, Javier Sanchez Santos, que foi pai de uma menina há quatro meses, manifestou a esperança de que a filha, Angelica, possa vir a ter uma relação com o cantor.

"Sempre imaginei que ele me convidaria para jantar ou almoçar na sua casa. Antes sonhava que estávamos sozinhos, agora estou lá com a minha filha e a minha mulher. Ele não teve a oportunidade de conhecer-me, mas talvez com a neta faça, e ela é muito bonita", afirmou

Durante a entrevista, o filho da ex-dançarina portuguesa, Maria Edite Santos, revelou que chegou a odiar o cantor romântico. "O meu pai soube da minha existência por uma amiga da minha mãe quando eu tinha 1 ano de idade, então não me surpreende que não tenha tirado um segundo para saber quem sou. Dito isto, acho que nunca é tarde demais. Houve momentos em que cheguei a odiá-lo, agora acho que seríamos bons amigos”, confidenciou.

"Ao longo dos anos, cheguei ao ponto de perdoá-lo porque não quero ter ressentimentos na minha vida ou o desgaste que este sentimento cria", rematou.

Recorde-se que, Javier Sanchez Santos será fruto da relação extraconjugal de Julio Iglesias com a antiga bailarina portuguesa, Maria Edite Santos, na década de 1970.