Foi uma das grandes surpresas da noite. O realizador sul-coreano Bong Joon-ho, de Parasitas, ganhou o Óscar de Melhor Realizador.

Este é um marco na história da cerimónia, que por norma tende a premiar filmes americanos nas categorias mais importantes. A seu lado tinha fortes concorrentes, como Martin Scorsese, Quentin Tarantino ou Sam Mendes - nomes que fez questão de sublinhar no discurso de agradecimentos.

Este é, sem dúvida, um sinal de mudança vinda de dentro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

»» Óscares 2020: Confira a lista de vencedores