Reprodução Instagram, DR

Afastada há vários anos da televisão, Merche Romero revelou esta terça-feira, 14 de janeiro, no programa de Fátima Lopes, o que motivou o seu afastamento dos ecrãs.

"Continuo a sentir-me injustiçada, na televisão, por exemplo. Injustiçada por ter sido afastada da maneira como fui. Por não ter dito ao público porque é que fui afastada", começou por contar.

Tudo começou quando Merche decidiu rejeitar o convite para conduzir um programa que na altura era apresentado pela própria Fátima Lopes, na SIC.

"Eu disse que não a um programa uma vez. E esse programa chamava-se Fátima. Eu substituí-te durante a tua gravidez, correu muito bem, mas tinha grandes dificuldades em fazê-lo porque é muito difícil. Para mim és um exemplo a seguir. Aprendi muito a ver-te. Quando voltaste, depois de ter o Filipe, mudaste de canal e fazem-me o convite para continuar o teu programa. Sofria muito com todas as histórias que passavam no programa, eu vivia as histórias, não conseguia separar a apresentadora do lado humano. Levava aquilo tão a sério que vivia os problemas dos outros e cheguei quase a estar numa depressão. Houve algumas promessas que não se realizaram”, explicou.

>> Após penhora, casa de Merche Romero é vendida em leilão <<

Por fim, a ex-apresentadora de televisão sublinhou a importância que o filho teve nesta fase, uma vez que o menino nasceu seis meses antes de ter sido afastada da talevisão. Atualmente, Merche aposta na carreira de DJ.

De salientar que Merche confirmou ainda as noticias de davam conta da penhora da sua casa em Vila Nova de Gaia, explicando que o processo está a ser tratado “pelas pessoas certas”.