Kim Kardashian
1 / 11

Kim Kardashian

Reprodução Instagram, DR

2 / 11

Reprodução Instagram, DR

3 / 11

Reprodução Instagram, DR

4 / 11

Reprodução Instagram, DR

5 / 11

Reprodução Instagram, DR

6 / 11

Reprodução Instagram, DR

7 / 11

Reprodução Instagram, DR

8 / 11

Reprodução Instagram, DR

9 / 11

Reprodução Instagram, DR

10 / 11

Reprodução Instagram, DR

11 / 11

Reprodução Instagram, DR

Foi durante uma entrevista para a Apple Music que Kanye West, que se converteu recentemente ao cristianismo, disse que as redes sociais eram como "cigarros dos tempos modernos". Razão: alimentam o vício em sexo e atormentam homens casados.

O rapper de 42 anos explica que sofre "como Jesus" por causa destas plataformas, referindo que se as mesmas não existissem, as mulheres não partilhariam fotografias exibindo o seu lado mais sensual, como a sua esposa, Kim Kardashian, que mostra frequentemente imagens ousadas. Espreite a galeria!

Kanye West surpreende Kim Kardashian com serenata: “Este é um dos melhores dias da minha vida”

"Eu sofro - e aprecio o sofrimento porque podemos sentir um pouco do que Jesus sentiu quando sofremos, mas as redes sociais fazem-me sofrer", disse. "Eu sofro disso e por dizer isso em voz alta, tenho a certeza de que existem outros homens casados ​​que sofrem de forma semelhante e ficam felizes em ouvir-me dizer: 'Ah, estou a sofrer''".

Kanye disse que quando era mais novo costumava pagar a alguém para comprar pornografia em seu nome, mas hoje tal pode ser encontrado nas redes sociais. No passado, o rapper admitiu que era viciado em sexo: tinha cinco anos quando encontrou a revista Playboy do pai e isso "afetou quase todas as escolhas que fiz para o resto da minha vida".