1 / 25

RUI VALIDO

2 / 25

RUI VALIDO

3 / 25

RUI VALIDO

4 / 25

RUI VALIDO

5 / 25

RUI VALIDO

6 / 25

RUI VALIDO

7 / 25

RUI VALIDO

8 / 25

RUI VALIDO

9 / 25

RUI VALIDO

10 / 25

RUI VALIDO

11 / 25

RUI VALIDO

12 / 25

RUI VALIDO

13 / 25

RUI VALIDO

14 / 25

RUI VALIDO

15 / 25

RUI VALIDO

16 / 25

RUI VALIDO

17 / 25

RUI VALIDO

18 / 25

RUI VALIDO

19 / 25

RUI VALIDO

20 / 25

RUI VALIDO

21 / 25

RUI VALIDO

22 / 25

RUI VALIDO

23 / 25

RUI VALIDO

24 / 25

RUI VALIDO

25 / 25

RUI VALIDO

Árvore dos Desejos é novo programa da SIC e a estreia é já este sábado, 26 de outubro. Sob a premissa do altruísmo e da generosidade, este é um formato que pretende arrebatar os portugueses desde o primeiro minuto.

João Manzarra, o grande guia desta aventura, irá percorrer várias escolas das mais diversas zonas do país para ajudar a concretizar os desejos mais enternecedores e também os mais hilariantes dos mais novos . Todos estes desejos têm uma coisa em comum: nunca podem ser para as para as próprias crianças, mas sim para alguém de quem estas gostem muito.

>>João Manzarra rasga fato nos Globos de Ouro: "É o karma. Enganei-me no envelope e agora aconteceu isto<<

“As pessoas podem esperar um programa muito especial e algo que, efetivamente, nunca foi feito. Especial porque todas as partes do programa têm muita verdade. A verdade das crianças, a verdade da forma como o programa é construído em si, ou seja, as surpresas são realmente surpresas e também tem muita verdade da minha parte. Eu limitei-me a ser o que sou”, confidenciou o apresentador, em declarações à SIC.

Para o apresentador, Árvore dos Desejos é um formato inovador da televisão portuguesa, que pretende mostrar que as crianças são muito mais conscientes e preocupadas do que os adultos possam pensar. “Na verdade, as crianças são pessoas. Pessoas menos formatadas e então, de facto, têm uma mente muito criativa, atenta, e, às vezes, tocam, exatamente, em pontos muito bonitos, naquilo que são as necessidades dos adultos na sua maioria”, frisou.

RUI VALIDO

Já no que diz respeito aos desejos, João Manzarra decidiu levantar um pouco da ponta do véu. “No programa só realizamos alguns, aqueles que parecem mais pertinentes e que são possíveis de realizar. Mesmo aqueles que parecem mais impossíveis, tentámos realizar também, adaptando-os. Se eu tivesse que dizer, no geral, têm um bocadinho a ver com os pais e com uma vontade das crianças de estarem e de terem mais tempo de qualidade com os pais”, desvendou.

Relativamente ao facto de trabalhar com crianças, o apresentador não podia estar mais feliz. “A maioria das crianças não me conhecia o que se tornou para mim muito engraçado porque não tinha aquela camada de famoso. Eu era só um tipo simpático que estava ali para ajudar a realizar desejos. Foi muito interessante poder partir daí. Para mim, lidar com crianças é espetacular. Falar com crianças sempre me fascinou porque o sentimento é mais puro, mais verdeiro, e mais perto da essência. Todos temos uma essência, aquilo que nós somos. E as crianças estão mais perto daquilo que são do que os adultos”, referiu.

>>João Manzarra e o cão 'Maravilha' unem-se em ação de voluntariado ambiental<<

Em suma, João Manzarra não tem dúvidas de que este será um formato que irá conquistar os portugueses. “Eu não tenho a mínima dúvida que as pessoas vão gostar muito de ver este programa. É um programa muito pouco sensacionalista. Este programa, é, na verdade, uma celebração das coisas simples, de afetos [...] Na verdade, é nas coisas simples que está a maior beleza.”