Reprodução Instagram, DR

Esta terça-feira, dia 24, Ana Garcia Martins foi convidada de Fátima Lopes, no programa "A Tarde É Sua", onde falaram sobre a carreira, os insultos na Internet e um dos períodos mais tristes e marcantes da sua vida: a morte do irmão, Tiago, aos 22 anos.

A blogger tinha 18 anos quando perdeu o irmão num acidente de automóvel a meio da noite. No seu blogue, 'A Pipoca Mais Doce', Ana faz referência ao irmão, contando com pormenores como foi aquele dia. "Para mim, foi ontem que o telefone nos acordou às três da manhã, que a minha mãe desatou aos gritos, que o meu pai se voltou a deitar, sem dizer nada, e que eu fiquei ali, de pé no quarto dos meus pais, sem saber qual deles atender primeiro. Lembro-me perfeitamente de as pessoas nos entrarem em casa madrugada fora, das cenas de gritos e choro, de eu adormecer e acordar cedo a pensar que tinha sonhado. De saltar da cama, de perceber que era mesmo a sério, de ir ao sítio do acidente e aí sim, deparar-me com a realidade e com a irreversabilidade da coisa. Um carro completamente destruído, toda a gente a agarrar-me", lê-se num texto publicado em 2006.

Numa outra publicação, de 2011, aquela que é considerada uma das maiores influenciadoras digitais do país, refere ainda que não se sabe a razão do acidente. "O meu irmão morreu a 1km de casa. Não se sabe o que aconteceu. Excesso de velocidade, piso molhado, adormecer ao volante, um problema no carro... não se sabe nem nunca se vai saber."

No programa da TVI, revela que nunca deu problemas aos pais. Não os queria preocupar. "Tinha o cuidado de dizer sempre aos meus pais onde estava. Ainda o faço com quase 40 anos", disse.

"Tinha 18 anos e um peso enorme em cima, de mim de 'não me pode acontecer nada'. E não era por mim, era por eles. Pensava que eles não podiam passar por isto uma segunda vez. Ninguém aguenta passar por esse sofrimento", explicou.

"Na altura não tinha filhos, agora que tenho dois penso como é que se sobrevive a uma tragédia dessa dimensão. Perder um filho na flor da idade. Enquanto mãe, é uma coisa que me ultrapassa", afirmou. Recorde-se que a blogger é mãe de Mateus, de seis anos, e Benedita, de um.

"Sou um bocadinho mais cautelosa. O meu marido diz que sou stressada, mas eu digo que sou preventiva", explicou. Alguns anos depois, Ana chegou mesmo a sofrer de ataques de pânico e fez terapia. "Já deixei de ter medo."