Não está a ser um dia fácil para Katy Perry e os seus colaboradores. A cantora foi condenada por plágio, depois da deliberação de um júri na Califórnia que defendeu que a sua música Dark Horse foi copiada de uma canção orignal do rapper Flame.

A decisão foi conhecida esta terça-feira, 30, depois de Marcus Gray (mais conhecido por Flame) e os co-autores Emanuel Lambert e Chike Ojukwu terem processado a cantora e outros cinco produtores e letristas que trabalharam na música, entre eles Max Martin, Dr Luke e o rapper Juicy J, de copiarem a música Joyful Noise.

Ainda não está definido o valor que Katy Perry terá de desembolsar pela violação dos direitos autorais, mas não será um número reduzido. Já que Dark Horse foi a segunda canção mais vendida em 2014 e o videoclipe tem mais de 2,6 mil milhões de visualizações no Youtube. A música foi nomeada para um Grammy.

Argumentos de Katy Perry e Flame

Os advogados do rapper argumentaram que "a batida e a linha instrumental apresentada em metade da música Dark Horse são, substancialmente, semelhantes às de Joyful Noise", cita a Associated Press.

Já os advogados de Perry não hesitaram em dizer que as "as partes da música em questão representam o tipo de elementos musicais simples que, sujeitos a avaliação de direitos autorais, podem prejudicar todos os compositores".

A comparação entre as duas músicas

Veja um pequeno vídeo que compara as duas canções, abaixo.