Esta segunda-feira, 17 de junho, Diogo Martins esteve à conversa com Cristina Ferreira. O ator recordou a sua carreira em televisão e falou sobre a mãe, que morreu inesperadamente em dezembro do ano passado.

Já não vivia com os pais e no dia em que recebeu a trágica notícia estava em gravações da novela Alma e Coração. Recebeu um telefonema do irmão, mas foi o ator Afonso Pimentel, que estava ao seu lado, que pegou no telefone à segunda chamada. "Ele nao precisou de me dizer nada, eu percebi", revela a Cristina Ferreira. Veja o vídeo acima.

"Eu tive com ela dois dias antes e não me arrependo nada. Mandou-me uma mensagem no domingo para ir almoçar com eles [os pais]. Eu sinto que ela estava realmente em paz num momento muito feliz. Ambicionava muito ser avó e o meu irmão deu-lhe essa sorte. Conheceu o neto", explica.

Luísa Martins morreu aos 59 anos e não tinha nenhum problema de saúde. O choque instalou-se no ator. "Eu tive perto de uma semana assim [em anestesia]. Não acreditava, achava que tudo aquilo tinha sido um dia, que não me estava a acontecer a mim, era um sonho que eu estava a ver...É muito complicado. "Nunca me vai sair do pensamento. Todos os dias penso nela"

Depois da morte da mãe, Diogo Martins mudou-se novamente para casa onde vive com o pai. Em janeiro deste ano, o ator recordou uma fotografia da mãe a assistir a uma peça de teatro que protagonizou. Espreite aqui.