Jamie Oliver

Jamie Oliver

Reprodução Instagram, Dr

A cadeia de restaurantes de Jamie Oliver entrou em processo de insolvência, de acordo com o jornal britânico The Guardian. Em causa estão os 25 restaurantes que o chef britânico tem no Reino Unido, que vão passar para uma gestão administrativa, situação que coloca em causa mais de mil postos de trabalho.

Já era sabido que o grupo procurava novos administradores há alguns meses, devido à queda de lucros em 11% no último ano, depois do encerramento de 12 restaurantes. De acordo com o jornal, a gestão administrativa da cadeia de restaurantes ficará a cargo da KPMG e, segundo a agência Reuters, vai ser implementada uma reestruturação na empresa, para proteger os credores, que pode implicar o despedimento de mais de 1000 funcionários no Reino Unido.

Para já, só foram mencionados os restaurantes no Reino Unido e não se sabe ainda de que forma este processo pode afetar Jamie’s Italian, que abriu portas em Lisboa no início de 2018, nem os restaurantes estabelecimentos no resto do mundo.

O chef já se manifestou sobre a notícia, deixando um agradecimento a todos os que têm colaborado com o negócio: “Estou profundamente triste com este desfecho e gostaria de agradecer a toda a equipa e aos fornecedores que se dedicaram de corpo e alma a este negócio durante mais de uma década (…) Quero também agradecer aos clientes que usufruíram e apoiaram este negócio na última década, tem sido um verdadeiro prazer servir-vos”, acrescentou, explicando que o primeiro restaurante Jamie’s Italian foi lançado em 2008 para causar uma “disrupção positiva” na indústria da restauração britânica. “E conseguimos isso mesmo.”.