1 / 4

Getty Images

2 / 4

Getty Images

3 / 4

Getty Images

4 / 4

Getty Images

Conheceram quando ela tinha 18 anos e ele quase 40. Ainda assim, e apesar da grande diferença de idades, Vaitiare Hirshon e Julio Iglesias mantiveram um romance que durou entre 1983 e 1989, que volta agora a dar que falar. Isto porque a ex-modelo e atriz lançou o livro Muñeca de Trapo, no qual revela muitos pormenores da sua relação com o artista, incluindo o que se passava na intimidade.

>> As novas provas da portuguesa que diz ter um filho de Julio Iglesias: "Já está provado, são irmãos!"

De acordo com a ex-manequim, Julio Iglesias não só consumia drogas como a obrigava a consumir também, nomeadamente marijuana e cocaína, bem como a ter sexo a três. "Cada noite havia uma mulher diferente na nossa cama. Todas escolhidas por ele, com seios grandes e dispostas a fazer tudo", revela no seu livro, recordando um episódio em que se envolveram com uma menor: “Um dia encontrei-o acompanhado de uma jovem de 16 anos. Tive que fazer amor com eles".

>> Julio Iglesias não reconhece filho e foge de testes de paternidade, mas até quando?

Nesta espécie de autobiografia, a manequim nascida na Polinésia Francesa, fala ainda do comportamento controlador e machista de Julio Iglesias. “Não quero que saias sem soutien e uses saltos mais altos do que sete centímetros... isso é coisa de prostituta (…)Também não podes usar sombras carregadas nem muito blush", terá sido um dos comentários feitos pelo artista, atualmente com 75 anos.