Instagram

Era uma estrela em ascenção da música country nos Estados Unidos. Justin Carter, 35 anos, morreu este sábado durante as filmagens do seu videoclipe, em Houston, Texas.

Tinha acabado de assinar um contrato com uma editora de música e preparava-se para inicar uma digressão por 10 estados, mas tudo isso desabou. Justin Carter estava nas gravações de um vídeo de música quando disparou acidentalmente a arma que tinha no bolso em direção "ao canto do olho", segundo o testemunho da mãe à ABC 13.

Segundo a People, a arma seria um mero adereço para as filmagens. Não há detalhes até ao momento do motivo para a arma estar carregada ou se foi acidentalmente trocada por uma real.

"Ele era um artista maravilhoso", disse a mãe Cindy McClellan ao canal de televisão. "Ele era a voz, ele era o artista completo e estamos a tentar manter sua lenda [viva]", confessou.

Justin Carter, cuja música cruzava o rock e o country, era apelidado no meio indústria como o "próximo Garth Brooks", que vendeu mais de 135 milhões de discos.

O comunicado da família

"Por favor, mantenha a família de Justin nas suas preces e dê privacidade neste momento difícil. O Justin não está mais connosco, morreu. Sentiremos saudades dele, que sempre foi cheio de alegria, de riso e amado por tantas pessoas na sua vida", disse a família nas redes sociais do cantor.