1 / 6

Kevin Mazur

2 / 6

Kevin Mazur

3 / 6

Kevin Mazur

4 / 6

Kevin Mazur

5 / 6

Lester Cohen

6 / 6

Lester Cohen

Um dos grandes momentos da cerimónia dos Grammy Awards, que decorreu este domingo, 10 de fevereiro, foi protagonizado, nada mais, nada menos, do que pela antiga primeira-dama norte-americana, Michelle Obama.

A mulher de Barack Obama surpreendeu tudo e todos ao subir ao palco dos Grammys, juntando-se a Jennifer Lopez, Lady Gaga, Jada Pinkett Smith e Alicia Keys. Um verdadeiro momento Girl Power, em que Michelle referiu a importância que a música tem na sua vida, embora nunca tenha trabalho na industria discográfica.

"Dos discos da Motown que ouvia no sul às canções como ‘who run the world (Girls)’ [referindo-se ao sucesso de Beyoncé]’ que me alimentaram nesta última década, a música ajudou-me sempre a contar a minha história”, começou por dizer. “A música ajuda-nos a expressarmo-nos. A nossa dignidade, as nossas tristezas, as nossas esperanças e as nossas alegrias. Permite ouvirmo-nos uns aos outros, convidarmo-nos uns aos outros para entrar. A música mostra que tudo importa”, acrescentou.

Mais tarde, a ex-primeira-dama norte-americana partilhou no Twiiter uma fotografia do momento e deixou rasgados elogios a Alicia Keys.

"Uma das pessoas mais genuínas e atenciosas (…) Não há ninguém melhor para nos ajudar a celebrar o poder unificador da música", escreveu.

Reprodução Twitter