São as duas irmãs e pertencem ao mesmo meio artístico. Adelaide Ferreira falou do afastamento da irmã Mila Ferreira e de como são muito diferentes numa entrevista à revista Maria.

"Nós somos almas completamente divergentes e o afastamento é nessa perspetiva", diz à publicação. A Adelaide Ferreira recorda a altura em que saiu de casa aos 16 anos para estudar teatro. "Ela [Mila Ferreira] ficou muito triste comigo, ficou sozinha com os meus pais. Quando me apercebi que a tinha magoado, foi tarde", avança.

Na mesma entrevista, a cantora do tema Papel Principal diz que, como pessoas, são "almas completamente opostas", enumerando algumas diferenças entre ambas.

"Ela é de um mundo mais social, eu sou mais eremita",explica . "Eu sou mãe, a minha irmã não. Ela gosta de fitness, é elegantíssima e linda de morrer... Eu não gosto disso, gosto de ser gorda e cheia de rugas", confessa, sem rodeios.

"A minha irmã é uma pessoa tão generosa, tão amiga da sua mãe... ela será sempre a minha mana do coração. Tenho a certeza se amanhã ela precisar muito de mim, eu vou lá estar. E vice-versa", diz, reforçando o laço que, apesar de tudo, ainda as une.