Isabel II de Inglaterra e o marido, o duque de Edimburgo

Isabel II de Inglaterra e o marido, o duque de Edimburgo

Getty Images

Na passada quinta-feira, dia 17, a família real britânica apanhou um valente susto quando o príncipe Philip provocou um acidente de viação em Sandringham. O marido da rainha Isabel II estava, de acordo com a imprensa britânica, ao volante do seu Land Rover quando perdeu o controlo do veículo e entrou em despiste, embatendo de frente noutra viatura que circulava em sentido contrário.

Felizmente, o desfecho foi o melhor, já que não resultaram feridos do acidente. Ainda assim, e “por precaução”, como informou o Palácio de Buckingham, o duque de Edimburgo, ainda foi assistido no local e no dia seguinte levado ao hospital para a realização de uma série de exames para confirmar que se encontra bem.

E dois dias depois, o príncipe consorte, de 97 anos, volta a estar no centro de todas as atenções por ter sido ‘apanhado’ pela polícia a conduzir sem cinto de segurança, o que constitui uma infração grave, segundo a lei.

Em declarações à imprensa, um porta-voz das autoridades locais, confirmou que o duque de Edimburgo tinha violado as normas de segurança e que, por isso, a polícia intercetou-o no sentido de o alertar para a importância do cinto para a sua segurança. Sabe-se, contudo, que não foi multado.

Certo é que, apesar da idade avançada, o marido da rainha Isabel II continua com a irreverência e rebeldia que sempre o caracterizou. Qual será a próxima aventura e até quando familiares e autoridades deixarão que conduza?