SAUL LOEB

Avião onde seguia a primeira-dama norte-americana, com destino a Filadélfia - onde ia participar num evento sobre o vício das drogas - , foi obrigado a aterrar de emergência num base aérea em Maryland, nos EUA. A informação foi confirmada por Stephanie Grisham, representante de Trump, ao jornal USA Today.

Aparentemente Melania Trump, e "todos estão seguros", e a falha terá tido origem num "pequeno problema mecânico". Jornalistas que também seguiam a bordo relatam fumo e cheiro a queimado a bordo do aparelho. A tripulação chegou, mesmo, a distribuir toalhas molhadas para os passageiros protegerem o rosto e as vias respiratórias.