Depois de revelar no programa Júlia o aborto que sofreu, Júlia Pinheiro recuou ao momento exato em que se apercebeu da perda do bebé e da reação do marido Rui Pêgo. Leia a conversa com o Fama Show abaixo.

No início dos anos 90 não trabalhava em televisão. Era assessora do ministro do comércio Faria de Oliveira e as viagens de avião eram constantes. “Estava constantemente a viajar e tinham-me avisado para não o fazer. Perdi o bebé no ar. Tive noção que estava a abortar”.

Quando desceu, telefonou de imediato ao marido e foram diretamente para uma clínica. O olhar dele, ainda hoje me bate fundo porque… eu não tinha o direito. O bebé também era dele”, confessa. Apesar de não ser conhecido o tempo de gestação, a apresentadora já sabia o sexo do bebé.

Júlia Pinheiro já era mãe de Rui Maria Pêgo e em 1993 foi novamente mãe de Carolina e Matilde. “Achei sempre que tinha sido premiada porque tinha perdido um e me tinham dado dois. E com o distanciamento que as coisas permitem, hoje eu já posso dizer que sim, que o meu marido me culpou”, avança.

No mesmo programa, Júlia Pinheiro recebeu a apresentadora Andreia Rodrigues e Ana Sofia Silva. Reveja aqui o momento em que a apresentadora fala da perda do bebé e da culpabilização que sentiu do marido.