Marco Horácio foi último convidado do programa Alta Definição, da SIC, e entre várias perguntas sobre a sua vida pessoal e profissional, o comediante admitiu ter passado por sérias dificuldades financeiras.

Tudo começou em 2013, quando Marco Horácio se viu obrigado a hipotecar a sua casa para realizar o filme Mau Maria. "Hipotequei a minha casa e não a consegui recuperar. Vendi duas casas para poder pagar a equipa toda e as dívidas que tinha. O patrocinador cortou-se duas semanas antes”, disse, revelando que o facto de ter ficado sem apoio para pagar o filme o prejudicou: "Já tinha os contratos assinados. Demorei 20 minutos a dizer que ia hipotecar a casa", recordou.

VEJA TAMBÉM: Marco Horácio recorda o momento em que perdeu a mãe

As dificuldades financeiras levaram a que Marco se afastasse de toda a gente e a viver um período profissional instável. "Afastei-me de toda a gente...Tive algum trabalho e houve muito trabalho que rejeitei porque emocionalmente não me sentia capaz de o fazer. As pessoas têm de perceber que além de atores, somos seres humanos", contou, acrescentado: "Tive que engolir o meu orgulho e pedir dinheiro emprestado. Tirando duas ou três pessoas, ninguém soube o que eu passei estes quatro anos. E só estou a falar disto agora porque está ultrapassado".

Na altura, o comediante encontrou forças no filho, Guilherme, de 12 anos, para superar esta fase mais difícil e garante que nunca deixou faltar nada ao menino. "[o dinheiro] nunca faltou para o meu filho...Nunca. Nunca vai faltar, enquanto eu tiver braços para trabalhar".

Passado este período mais conturbado, Marco Horácio prepara-se para regressar à antena da SIC, no próximo dia 7 de outubro, numa emissão especial do programa Levanta-te e Ri, para celebrar o 26º aniversário do canal.

Veja aqui a entrevista completa