A Verdade de Cada Um” é o título do livro autobiográfico de Ricardo Carriço, lançado no dia 29 de maio e escrito em conjunto com o jornalista Marco António Reis.

No livro, Carriço confessa que, após o divórcio de Inês Jordão, passou “por uma fase de sex, drugs and rock n’ roll, como acontece a muita gente”. O ator de “Vidas Opostas”, assume: “Perdi o controlo. Fui perdendo o travão. Bebia-se um copo e a seguir cheirava-se. Quando dei por mim, estava a consumir 5 gramas de cocaína por semana. Não podia ser. Senti que tinha de acabar com aquela m*rda, que aquele não era o caminho”.

As revelações sobre um passado negro levam ao um desfecho positivo e Ricardo Carriço conta como conseguiu ultrapassar esta fase. O artista afirma que o fundamental foi extravasar as emoções e encontrar uma ocupação para corpo e mente: “Chorei muito e recomecei a pintar”, foram estes os seus escapes.

Esta não é a primeira vez que o ator fala abertamente sobre a sua "viagem ao mundo das drogas", em 2012, no programa Alta Definição, Carriço já tinha feito algumas revelações sobre essa fase.

Ricardo Carriço está atualmente no ar na novela da SIC “Vidas Opostas", onde interpreta Artur. A par da carreira de ator, tem ainda um projeto musical a solo, tendo lançado, em 2014, o disco “O Meu Mundo”.