Kate e William

Kate e William

Chris Jackson

Há mais de duas semanas que parte do estacionamento do St. Mary’s Hospital, em Londres, está cheio de repórteres de todo o mundo que aguardam para dar em primeira mão a notícia do nascimento do terceiro filho dos duques de Cambridge. E o dia finalmente chegou. O palácio de Kensington anunciou no Twitter que Kate Middleton deu entrada na maternidade na manhã desta segunda-feira, 23 de abril.Algumas horas depois, na mesma rede social, o palácio mostrou o aparato mediático no exterior do edifício e escreveu: “Imprensa mundial reunida no exterior da Ala Lindo do St. Mary’s Hospital à espera do nascimento do terceiro filho dos duques de Cambridge".

Foi neste hospital que os filhos mais velhos do casal, George e Charlotte, de quatro e dois anos, respetivamente. À semelhança dos partos anteriores, a duquesa pretende que seja natural caso estejam reunidas as condições necessárias para a sua segurança e a do bebé.

Neste hospital, onde também nasceram os príncipes William e Harry na década de 80, um internamento para parto normal custa à volta de 6 mil euros durante as primeiras 24 horas e uma cesariana cerca de 7500 euros. E, no caso de Kate, poderá ter um valor acrescido, uma vez que, por questões de privacidade, o centro médico tem de restringir o acesso ao mesmo.

Quanto ao nome do terceiro filho dos duques de Cambridge – que só será revelado algumas horas depois do nascimento e após aprovação da rainha Isabel II –, a curiosidade é muita, sendo que nas casas de apostas os mais mencionados são Alexandra, Diana, Elizabeth, Mary, Charles, Philip e James.

Tal como aconteceu quando a mulher teve George e Charlotte, o príncipe William deverá estar ao seu lado e os irmãos conhecerão o novo membro da família ainda no hospital. Se tudo correr como previsto e sem complicações, Kate Middleton deixará a maternidade poucas horas depois de dar à luz, dirigindo-se para o apartamento onde vive com a família no palácio de Kensington.