1 / 2

Meghan Markle e Harry
2 / 2

Meghan Markle e Harry

Danny Lawson - PA Images

Como é habitual em qualquer casamento real, são várias as personalidades internacionais que marcam presença na cerimónia, contudo Harry e Meghan mostram ser bastante seletos no que diz respeito aos convidados.

O casal, que vai trocar alianças a 19 de maio, decidiu enviar convite a pessoas com quem tenha uma relação direta, revelou uma fonte à agência Reuters. Assim, fora da lista de convidados ficaram a primeira ministra britânica, Theresa May, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Uma informação que foi confirmada à CNN por representantes oficias de ambos os governos.

Foi decidido que uma lista oficial de líderes políticos, tanto britânicos quanto internacionais, não é necessária para o casamento do príncipe Harry e Markle. O governo de Sua Majestade foi consultado sobre essa decisão tomada pela casa real”, revelou um porta voz do Palácio de Kensington.

O local do casamento, a Capela de St. George, é outros dos fatores que está a reduzir significativamente a lista de convidados para a cerimónia. O espaço é significativamente mais pequeno que a Abadia de Westminster, onde se realizou o casamento de William e Kate Middleton, em 2011, e onde estiveram presentes vários chefes de governo, incluindo o primeiro ministro britânico da altura, David Cameron.

Quem também deverá ficar de fora, devido à alegada falta de espaço, é Barack e Michelle Obama.