Era a noite do jogo de basquetebol NBA All-Star Game onde as grandes estrelas da modalidade se defrontam numa partida amigável, mas foi a atuação de Fergie que deu que falar. A ex-vocalista cantou o hino dos Estados Unidos numa atuação que provocou o constrangimento e risos na audiência, nos jogadores e no apresentador Jimmy Kimmel.

Star-Spangled Banner assim é a canção do hino dos Estados Unidos que, segundo as redes sociais, a cantora Fergie destruiu. No vídeo, é possível ver que Fergie optou por um instrumental mais lento e inconvencional - muitos compararam aos 'parabéns' de Marilyn Monroe ao presidente Kennedy - mas que não agradou a todos ou mesmo a ninguém.

A voz da cantora chocou vários membros da audiência que se riram do momento e as câmaras de televisão também apanharam as reações de Jimmy Kimmel, o músico Chance the Rapper e do jogador Stephen Curry que não contiveram as gargalhadas.

O Twitter foi inundado com críticas à versão da cantora que rapidamente se apressaram a classificá-la como "a pior de sempre" ou o "assassinato" do hino nacional.