Muitas pessoas sofrem de distensão abdominal, mas, muitas vezes, não prestam a devida atenção a esses sintomas.

Se, apesar de manter uma dieta equilibrada, sente frequentemente o seu estômago inchado, os seguintes alimentos podem estar a contribuir para isso:

- Lacticínios: leite e derivados são alimentos que podem causar flatulência, gases e inchaços e que podem ser derivados de problemas como intolerância à pode haver também a incapacidade de digerir o açúcar presente no leite e derivados, o que resulta automaticamente em inchaço na barriga.

- Bebidas alcoólicas: bebidas com teor alcoólico deixam a mucosa do intestino impermeável, o que resulta em desequilíbrio no funcionamento regular da flora intestinal. Tal fator induz maior volume e inchaço na região abdominal.

- Bebidas gaseificadas: o gás contido em refrigerantes e outras bebidas gaseificadas contribui drasticamente para o desconforto abdominal.

- Massas: a farinha refinada presente nas massas contribui para a fermentação, o que causa gases e inchaço na barriga.

- Alimentos picantes: estes alimentos estimulam a liberação de ácido gástrico, o que pode causar irritação e, consequentemente, inchaço abdominal.

São exemplos destes ingredientes: pimenta em pó, pimenta do reino, caril, noz-moscada, cebola, mostarda, cravinho, alho, rábano, molho barbecue, molho de tomate e vinagre.

- Alimentos gordurosos: exigem que o estômago trabalhe mais para digeri-los. Esse tempo extra permite o acumular de gases que causa, consequentemente, inchaço.

Exemplos destes alimentos são os hambúrgueres, batatas fritas, donuts e demais alimentos fritos.

- Alimentos ricos em sódio: o sal é rico em sódio e, em excesso, pode prejudicar o funcionamento do organismo e provocar distensão do estômago. Para além de contribuir para subir os níveis de pressão arterial, favorece a retenção de líquidos e, consequentemente, o inchaço abdominal.

Tenha especial cuidado com os produtos processados e industrializados, como sopas enlatadas, massas cozinhadas instantâneas, caldos industrializados, temperos prontos e outros.

Para além destes, existem outros alimentos, como até frutas e vegetais, que podem provocar o inchaço. Por exemplo: iogurtes, brócolos, couve-flor, espargos, maçãs, pêras e melancia. Deve ainda evitar manga, mel, cebola e alho. – Todos estes alimentos são decompostos no intestino grosso por bactérias do intestino num processo conhecido como fermentação, e que leva a que seja produzido gás em excesso. Quando isso acontece regularmente pode ser indicador de um problema digestivo como a doença celíaca ou intolerâncias alimentares.

Se tem uma alimentação equilibrada e pratica exercício físico mas, ainda assim, sofre de inchaço abdominal, consulte o seu médico pois a intolerância alimentar pode estar na origem do problema e é importante fazer esse despiste. Ao remover esse(s) alimento(s) da sua dieta, os resultados devem aparecer em poucos dias, tanto a nível visual (o inchaço deve desaparecer) como de bem-estar físico, pois deixa de sentir mau estar ou incómodo.