Cristina de Espanha e Iñaki Urdangarín

Cristina de Espanha e Iñaki Urdangarín

Getty Images

No dia em que a infanta Cristina de Espanha comemora o seu 53.º aniversário, o seu marido, Iñaki Urdangarín, ficou a saber que tem cinco dias para se apresentar na prisão, após ter sido condenado a uma pena de cinco anos e dez meses por fraude fiscal, desvio de dinheiros públicos e branqueamento de capitais.

Cabisbaixo, abatido e visivelmente mais magro, o antigo basquetebolista chegou ao tribunal de Palma de Maiorca pelas 12h15 (hora local) e foi vaiado por dezenas de pessoas que se concentraram no local para o ver, depois de ontem, 12 de junho, ter sido conhecida a sentença do caso Nóos.

Este terá sido o último trâmite legal antes da entrada na prisão, mas existe a possibilidade de adiar o cumprimento da pena, caso a sua defesa decida recorrer ao Tribunal Constitucional. Contudo, também é possível que, apesar de haver recurso, Urdangarín tenha de começar a cumprir a pena enquanto a decisão não é revista. Tudo depende do que ficou estabelecido pelo juiz.

Além dos cinco anos e dez meses de prisão, o marido da infanta Cristina de Espanha foi ainda condenado a pagar mais de um milhão de euros em multas e indemnizações.

Saiba mais sobre este caso aqui.