Meghan esteve quase sempre com as mãos e a 'clutch' a tapar a zona da barriga no primeiro ato oficial depois do casamento

Meghan esteve quase sempre com as mãos e a 'clutch' a tapar a zona da barriga no primeiro ato oficial depois do casamento

Chris Jackson

“Mal posso esperar por ser mãe. Adoraria ter filhos”. Esta terá sido uma das muitas confidências feitas por Meghan Markle à amiga Gina Nelthorpe-Cowne, de acordo com o documentário Harry and Meghan: A Love Story, que conta a história da atriz afro-americana que, aos 36 anos, se tornou duquesa. Um desejo que poderá realizar-se muito em breve e até mais rapidamente do que o esperado. De facto, as mais recentes fotografias da duquesa de Sussex deixam algumas suspeitas de que já estaria grávida quando se casou com o neto da rainha Isabel II, no passado dia 19 de maio, no Castelo de Windsor.

Comecemos, então, por comparar os esboços do vestido de noiva desenhado por Clare Waight Keller (fotos aqui), diretora criativa da Givenchy, que mostram um modelo de corpete justo, cintado, e com a saia em evasé. Na realidade, o vestido que Meghan exibiu no grande dia, estava bastante folgado na zona da barriga e ancas. Terá a noiva perdido peso nas semanas que antecederam o enlace ou trata-se de uma tentativa de ocultar as suas novas formas? Para já não há certezas, mas o modelo que usou para a festa de casamento, desta vez da autoria de Stella McCartney (fotos aqui), revelou também algum cuidado para que não ficasse totalmente justo na zona da barriga e ancas, contrariamente ao que estava inicialmente previsto e pode ser comprovado pelos croquis entretanto tornados públicos. E, para terminar, o vestido que a duquesa de Sussex escolheu para o primeiro ato oficial depois do enlace - o arranque das comemorações do 70.º aniversário do sogro, o príncipe Carlos –, da marca Goat (fotos aqui), também estava algo largo, precisamente na zona da barriga. Além disso, nesta última ocasião, embora se tenha mostrado muito à-vontade e descontraída, a ex-atriz posou sempre com as mãos ou a clutch à frente da barriga.

A confirmar-se, esta será mais uma razão para Meghan Markle cair na graça dos britânicos, pois para além de ter conseguido conquistar o príncipe rebelde, não perdeu tempo a transformá-lo num homem de família.

Refira-se que semanas antes do casamento real, várias publicações norte-americanas falavam na possibilidade da noiva estar grávida e adiantavam mesmo que se encontrava no terceiro mês de gestação e que Isabel II já teria sido informada. “Foi inesperado ter um bebé fora do casamento. Pode ser um escândalo para a família real, mas Harry e Meghan querem muito construir uma família juntos. Quanto mais cedo, melhor”, contou na altura uma alegada fonte próxima à revista OK!.