Carolina Deslandes foi a convidada deste sábado de Daniel Oliveira para o programa 'Alta Definição'. A cantora falou da crueldade das redes sociais, da realidade da maternidade e não deixou a morte do avô e relação conturbada com o pai, de lado.

"Eu abracei-me ao meu avô e disse 'vais fazer-me tanta falta'. E o meu avô chorou. Ouviu-me. Foram as últimas palavras que ouviu. Esperou que eu voltasse e esperou que eu chegasse", revelou a cantora de 'A Vida Toda'".

Sobre o pai, Carolina Deslandes revelou colocar o peso de uma infância não inteiramente feliz nos seus ombros. Até que um dia tudo mudou numa viagem a caminho de casa.

"Encostei-me ao ombro dele e senti que ele ficou tenso. E ele disse que eu nunca tinha feito aquilo antes. Era a primeira vez,em muito tempo, e por isso há muita coisa que eu estou a viver com ele pela primeira vez", explicou.

Durante 20 anos, o pai de Carolina Deslandes foi toxicodependente. A artista relembrou o episódio em que os colegas da escola lhe disseram que o pai estava bêbado, sentado num dos bancos perto do liceu.

"Aprendi muito com ele", confessou a artista que foi a todos os centros de reabilitação por onde o pai passou. Aí não se sentiu mais sozinha. "Ele foi vítima dele próprio e também estava a travar uma batalha", acrescentando que tudo o que o pai não fez com ela, está fazer com os seus filhos.

"Existe a minha realidade, a tua realidade e a realidade. Ninguém está dentro de tua casa, ninguém sabe o que se passa. Não há vidas perfeitas, nem família perfeitas. E definitivamente, não há mães perfeitas", afirmou a mãe de dois rapazes.

Aos 26 anos, Carolina Deslandes explica que há um lema que centra a sua abordagem na maternidade. "Não há nenhuma maneira de seres uma mãe perfeita, mas há um milhão delas para seres uma boa mãe", referiu a Daniel Oliveira.

Depois de sofrer preconceito de ser mãe no regresso ao mundo da música, sem qualquer tipo de promoção, Carolina Deslandes cativou a atenção das rádios, que acabaram por colocar "A Vida Toda" em alta rotação na rádio.

As críticas de que foi alvo, depois de ter sido mãe, deram força a outras mães quando publicou uma fotografia ao espelho, após o parto. Sobre os filhos Deslandes diz "gostava muito que eles dissessem 'a nossa mãe nunca desistiu dos seus sonhos'".