Harry de Inglaterra com Barack e Michelle Obama

Harry de Inglaterra com Barack e Michelle Obama

Foram várias as vezes em que o casal Obama se encontrou com o príncipe Harry em atos oficiais e ficou bem patente a boa relação que existe entre ambos. Como tal, agora que o neto de Isabel II vai casar-se com a norte-americana Meghan Markle, era para muitos expectável que o antigo presidente dos Estados Unidos e a sua mulher integrassem o leque de 2600 convidados. Mas isso não vai acontecer e a explicação não poderia ser mais simples: tal como o irmão, William de Inglaterra, fez quando se casou com Kate Middleton, em 2011, Harry não quer ferir suscetibilidades e, por isso, deixou de fora da lista de convidados personalidades com um papel ativo na vida política.

Há, aliás, também vários meios de comunicação internacionais que adiantam ser esse o motivo pelo qual o atual casal presidencial americano, Donald e Melania Trump, e a primeira-ministra britânica Theresa May não assistirão ao enlace. "Ficou decidido que não existiria uma lista oficial de líderes políticos - do Reino Unido e Internacionais - para o casamento de Harry e Meghan Markle. O governo de sua majestade foi consultado sobre esta decisão, que foi tomada pela Casa Real", esclareceu à CNN fonte oficial do palácio de Buckingham.

Recorde-se que a cerimónia está marcada para 19 de maio na igreja do Castelo de Windsor.